O que é Modern Data Stack (MDS)? Gerencie dados com eficácia.

O Que É Modern Data Stack (Mds)? Gerencie Dados Com Eficácia.

Por: fluidadmin
Modern Data Stack MDS

Entenda o modelo que gerencia dados de forma flexível e escalável.

Nos dias de hoje, as empresas dependem cada vez mais de dados para tomar decisões importantes. A capacidade de gerenciar e analisar grandes volumes de dados de maneira eficiente pode ser um grande diferencial competitivo. É neste contexto que entra o Modern Data Stack (MDS), uma abordagem moderna e flexível de gerenciamento de dados que envolve a combinação de várias tecnologias e ferramentas para ingestão, integração, transformação, armazenagem, processamento e mineração de dados. 

Hoje, vamos explicar do que se trata o MDS e porque escolher ferramentas desse modelo é tão vantajoso para os negócios.

O que significa o Modern Data Stack ?

A tradução literal de Modern Data Stack é “Pilha de Dados Moderna”, em referência ao empilhamento das tecnologias, organizadas em camadas, escolhidas pelas empresas para formar uma infraestrutura que atenda às suas necessidades. O conjunto dessas tecnologias é armazenado na nuvem, construindo uma estrutura de dados escalável, flexível e eficiente. 

O nome “moderna” também não está aí por acaso. O Modern Data Stack se difere significativamente das abordagens tradicionais de gerenciamento de dados, principalmente no quesito simplicidade e eficiência.

>> Sem o MDS.

Muitas empresas ainda usam sistemas de dados monolíticos, onde todas as etapas do processo de gerenciamento de dados são integradas em um único sistema. Isso muitas vezes resulta em sistemas caros, inflexíveis e difíceis de manter e escalar.

Esse método tradicional, o Traditional Data Stack (TDS), não tem dado conta de fornecer ou acompanhar as demandas de dados das organizações atuais. Isso porque as empresas precisam de dados com os quais possam agir no momento certo, além de serem flexíveis o suficiente para se adaptar às mudanças

Em resumo, sem o MDS, as organizações precisam lidar com alguns desafios:

  1. Longo tempo de resposta para “desembaraçar” e configurar a infraestrutura;
  2. Resposta lenta a novas informações;
  3. Jornada cara para obter insights.

>> Com o MDS.

Na abordagem moderna, as empresas conseguem adaptar sua capacidade analítica em seu próprio ritmo, sem altos custos. 

O MDS traz flexibilidade para fazer ajustes pontuais e reinventar a estrutura de dados sem a necessidade de transformá-la completamente! Em outras palavras, como é organizado em camadas, você pode desmontar peça por peça, sem que o todo seja prejudicado.

As camadas do Modern Data Stack.

O MDS típico é separado em algumas camadas que integram ferramentas selecionadas. 

  • Ingestão de Dados: envolve a ingestão e coleta de dados de várias fontes, como bancos de dados, aplicativos, dispositivos IoT, entre outros. Ferramentas comuns: Apache Kafka, Apache Airflow, Segment, Fivetran. 

É nesta camada que a Plataforma iPaaS da Fluid atua, fazendo a ingestão dos dados para o Data Lake, que fica na camada de armazenamento.

  • Armazenamento de Dados: envolve a armazenagem e gerenciamento dos dados coletados, geralmente em um data warehouse ou data lake. Ferramentas comuns: Amazon Redshift, Snowflake, Google BigQuery,etc
  • Processamento de Dados: envolve o processamento e transformação dos dados armazenados em um formato que possa ser facilmente analisado. Ferramentas comuns: dbt, Apache Spark, Databricks, Airflow.
  • Visualização e Análise de Dados: envolve a análise e visualização dos dados processados para obter insights e informações acionáveis. Ferramentas comuns: Tableau, Looker, Power BI.
  • Automação e Gerenciamento de dados: envolve a automação de tarefas e processos de gerenciamento de dados para tornar o processo mais eficiente e escalável. Ferramentas comuns: Terraform, Ansible, Kubernetes.
  • Governança: ajudam uma organização a manter a conformidade legal quando se trata de proteção de dados. Problemas como violações de dados confidenciais podem ser mitigados. Ferramentas comuns: Atlan, Immuta.
Exemplo de camadas de MDS (fonte: neptune.ai)

Quais as vantagens do Modern Data Stack?

Em resumo, as vantagens do modelo Modern Data Stack incluem:

  • Flexibilidade: o modelo MDS é altamente flexível, permitindo que as empresas escolham as melhores ferramentas para cada uma das camadas da pilha de dados. Isso permite que elas personalizem o gerenciamento de dados de acordo com suas necessidades e objetivos específicos.
  • Escalabilidade: as ferramentas usadas são projetadas para escalabilidade, permitindo que as empresas gerenciam grandes volumes de dados e cresçam à medida que suas necessidades de dados aumentam
  • Agilidade: o MDS permite que as empresas sejam mais ágeis no gerenciamento e análise de dados. As ferramentas usadas são frequentemente baseadas em nuvem, permitindo que as empresas acessem facilmente os dados de qualquer lugar e em qualquer momento.
  • Alta Performance: as ferramentas que podem ser adicionadas na arquitetura MDS oferecem maior performance porque se aproveitam da escalabilidade, velocidade e confiabilidade da computação em nuvem.
  • Colaboração: o modelo incentiva a colaboração entre equipes, permitindo que elas trabalhem juntas de maneira eficiente no gerenciamento e análise de dados.
  • Custos reduzidos: pode ser mais econômico do que os sistemas de dados tradicionais, pois permite que as empresas escolham as ferramentas mais adequadas para suas necessidades, evitando o desperdício de recursos em ferramentas desnecessárias.
  • Confiabilidade: o MDS oferece um alto nível de confiabilidade, garantindo que os dados sejam gerenciados e integrados com precisão e segurança.

Seleção de ferramentas.

A possibilidade de adicionar quantas ferramentas as empresas considerarem necessárias não significa que isso deve ser feito de forma aleatória. 

Adotar as opções ideais dependerá de vários fatores, incluindo o tamanho da organização, a complexidade dos dados e o conhecimento da equipe. Só porque um negócio tem as melhores e mais caras ferramentas não garante que haverá harmonia entre elas. 

Tudo se resume a um conceito simples: a experiência do usuário. Esses devem ser capazes de realizar o trabalho sem sentir que estão travando uma batalha difícil. 

>> Ferramenta de Ingestão MDS.

Ao escolher uma ferramenta que garante a ingestão de dados para uma arquitetura MDS, você deve se perguntar: qual é a melhor maneira de trazer os dados de todas as fontes para o seu data warehouse? Neste caso, não deixe de considerar a:

  • Performance: a ferramenta deve ser capaz de lidar com dados em grande escala e aumentar a capacidade conforme necessário.
  • Integridade: ela deve possuir recursos de segurança para garantir a integridade dos dados mesmo em caso de falhas, danos ou perdas de componentes virtuais.
  • Rastreabilidade de dados: a ferramenta deve permitir que você agende e monitore a ingestão de dados de forma eficiente e acompanhe o fluxo de troca de dados.
  • Transformação de dados: ela deve permitir que você limpe, organize e formate os dados de acordo com as necessidades da empresa.
  • Fontes de dados suportadas: possibilidade de se conectar a todas as fontes de dados relevantes, como bancos de dados, APIs e serviços em nuvem.
  • Facilidade de uso: a equipe de dados deve ser capaz de configurar e manter a ferramenta sem muita dificuldade ou necessidade de conhecimento técnico profundo.
  • Suporte e Atualizações: certifique-se de que a equipe de dados possa receber ajuda quando necessário para solucionar problemas ou lidar com atualizações.

Na solução Fluid, por exemplo, todas essas características são asseguradas e a troca de dados, que chamamos de integração, é feita de maneira ágil, escalável e segura. Isso devido à combinação de tecnologias escolhidas à dedo. Quer saber quais são elas? Acesse este artigo.

_

Conheça o sistema Drag n Drop do iPaaS FLuid

Em suma, a escolha de soluções Modern Data Stack para a infraestrutura da empresa pode trazer inúmeras vantagens. Com um conjunto de ferramentas especializadas, integradas e baseadas em nuvem, é possível gerenciar dados de maneira mais eficiente e com maior segurança. Isso significa tomar decisões mais assertivas e estratégicas, que podem levar ao crescimento dos negócios.

Ao escolher uma Plataforma de Integração para montar a camada de ingestão da sua estrutura MDS, não deixe de falar com a gente. Tire todas suas dúvidas com um especialista Fluid aqui.

Venha fluir!

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Quer saber como podemos transformar seu negócio?

Entre em contato e receba uma demonstração da nossa plataforma